Portal Pepper

Dança

 

“Migrações” uma ópera performática acontece no Sesc Copacabana

O espetáculo aborda a onda de migrações no mundo e traz no elenco as atrizes Gabriela Geluda e Gabriela Luiz
Por: Redação |  Foto: Renato Mangolin |  Data: 02 de Abril 2019
“Migrações” uma ópera performática acontece no Sesc Copacabana

Depois de trabalharem juntos na bem-sucedida ópera de câmara "Na boca do cão", o poeta Geraldo Carneiro e a soprano e atriz Gabriela Geluda retomam a parceria em um projeto inédito. "Migrações" é uma ópera performática sobre os deslocamentos de milhões de pessoas em diferentes épocas, da mítica Tróia aos refugiados da Síria atual.

Com direção de Duda Maia, libreto de Geraldo Carneiro e música de Beto Villares, "Migrações" estreia em 11 de abril, no Mezanino do Sesc Copacabana, no Rio de Janeiro. No elenco, além de Gabriela Geluda, está a bailarina e atriz Gabriela Luiz. Idealizador do espetáculo, Geraldo Carneiro se encantou com experiência de fazer o libreto de "Na boca do cão" (um projeto pessoal de Gabriela Geluda) e, desta vez, o convite e o tema partiram dele.

"Os fluxos migratórios sempre existiram. Esses movimentos são motivo de fascínio e terror, desde a Guerra de Tróia à diáspora africana. Queria falar da necessidade de transformar a migração numa preocupação permanente, mas de forma poético-alegórica. Não queria uma obra naturalista. É preciso abrir as fronteiras do conhecimento, do afeto, compreender que existe o outro e que ele precisa ser compreendido na sua diferença. As migrações são permanentes, mas as fronteiras são sempre provisórias".

migrações sesc copacabana

"Migrações" mistura música, dança e teatro num formato bem diferente das óperas tradicionais, buscando o conceito da ópera performática, no qual a cena se torna uma experiência para o espectador, sem a necessidade de uma história com começo, meio e fim, mas trazendo imagens e sonoridades que conduzam o público em uma dramaturgia particular. Com quase trinta anos de experiência como soprano solo das óperas de Jocy de Oliveira, Geluda acredita na importância de levar a ópera a um público mais diverso, ampliando os limites do gênero.

"Investimos numa composição inédita e trabalhamos com uma equipe reduzida. Assim, faremos uma temporada mais longa que a de uma ópera tradicional", explica Gabriela, que também exalta a importância da temática do espetáculo. "Minha família é de origem judaica, meus avós são judeus e vieram para o Brasil fugindo da Segunda Guerra. Tenho três avós poloneses e uma alemã. Migrar para sobreviver é uma realidade bastante forte na minha família", conta a artista que, além de estar em cena, assina a realização do projeto.

Composta pelo produtor musical e compositor paulista Beto Villares, com arranjos do artista pernambucano Armando Lôbo, a música permeia o espetáculo no limiar entre uma ópera e um espetáculo com uma trilha. Os poemas do libreto abordam questões brasileiras e mundiais relacionadas aos processos migratórios. Entre as obras que serviram de inspiração na construção do espetáculo, a diretora Duda Maia destaca documentários com cenas fortes sobre o tema: "Human flow", do artista e ativista chinês Ai Weiwei, e "Os capacetes brancos", do britânico Orlando von Einsiedel.

"Alguns fatos me chamaram a atenção para esse tema. O número de refugiados, quase 70 milhões, é algo que espanta. Eles não têm lugar. Pesquisamos muito para construir uma fisicalidade que trouxesse uma experiência sensorial de falta de espaço, opressão e abrigo, dentro de uma encenação poética. Queremos falar dessa dureza com beleza. Na cena, nos corpos, na fala, na música e na plasticidade", diz.

SERVIÇO
Ópera Performática "Migrações"
Onde: Sesc Copacabana
Endereço: Rua Domingos Ferreira, 160, Copacabana, Rio de Janeiro
Quando: 11 a 28 de abril de 2019
Horário: quinta a domingo às 20h
Quanto: R$ 30 (inteira) R$ 15 (meia)
Duração: 60 minutos
Classificação etária: livre
Informações: (21) 2547-0156

  Artigos Relacionados

Espetáculo “Mississipi” comemora 30 anos da Companhia de Teatro “Os Satyros” Espetáculo “Mississipi” comemora 30 anos da Companhia de Teatro “Os Satyros”
Em comemoração aos 30 anos da Companhia de Teatro Os Satyros, completados em 2019, o Sesc Consolação, em São Paulo, recebe Mississipi. O espetáculo se...
O musical “Carmen, a Grande Pequena Notável” reestréia em São Paulo O musical “Carmen, a Grande Pequena Notável” reestréia em São Paulo
Depois de uma longa temporada no Centro Cultural Banco do Brasil, o musical "Carmen, a Grande Pequena Notável", com direção de Kleber Montanheiro, ree...
Marisa Orth e Daniel Boaventura estreiam o musical “Sunset Boulevard” Marisa Orth e Daniel Boaventura estreiam o musical “Sunset Boulevard”
Com Marisa Orth e Daniel Boaventura, o Teatro Santander, em São Paulo, recebe a partir do dia 22 de março o musical "Sunset Boulevard" baseado no film...

Outros Assuntos

Ampara Animal abre primeira loja física, em Maringá Ampara Animal abre primeira loja física, em Maringá O shopping Catuaí Maringá, localizado no Paraná, sai mais um...
Saiba +
Melim promove campanha do agasalho com novo single Melim promove campanha do agasalho com novo single Formada pelos irmãos Gabriela, Diogo e Rodrigo, a banda Meli...
Saiba +
Campanha Novembro Azul ganha ensaio inusitado com Ariennes Kawahira Campanha Novembro Azul ganha ensaio inusitado com Ariennes Kawahira Para lembrar a importância do 'Novembro Azul', a coelhinha d...
Saiba +
"Layla, a Menina Síria" aborda tristes temáticas da imigração em Aleppo Nesta última quarta-feira (26), a foto de um pai e uma filha...
Saiba +
“Migrações” uma ópera performática acontece no Sesc Copacabana “Migrações” uma ópera performática acontece no Sesc Copacabana Depois de trabalharem juntos na bem-sucedida ópera de câmara...
Saiba +
Dona Nuvem chama atenção com sorvetes temáticos Dona Nuvem chama atenção com sorvetes temáticos Tudo começou na famosa Rua Augusta, em São Paulo, quando ini...
Saiba +