Portal Pepper

Campanha com crianças transexuais gera polêmica

"Há meninas com pênis e meninos com vagina. É simples assim”, diz o anúncio
Foto: Divulgação |  Data: 19 de Janeiro 2017
Campanha com crianças transexuais gera polêmica

Foram colocados cerca de 150 cartazes com quatro crianças nuas no norte da Espanha entre os dias 10 a 16 de janeiro, até que surgiu a polêmica com os dizeres: "Há meninas com pênis e meninos com vagina. É simples assim. A maioria deles sofre diariamente, porque a sociedade não conhece essa realidade".

Chrysallis a responsável pela campanha, é uma associação de famílias de menores transexuais, o objetivo é dar visibilidade e acabar com o preconceito que essas crianças sofrem diariamente.

Em pouco tempo a campanha viralizou e causou a maior confusão, um dos cartazes foi rasgado, outro foi colocado uma cruz sobre ele e um terceiro foi desenhado uma vagina e um pênis, segundo informações de Beatriz Sever, porta-voz da associação.

transexualidade

"Na organização, temos membros que são católicos e de diferentes inclinações políticas. Só um grupo bem pequeno da sociedade rejeitou a campanha. Não tem nada de ofensiva. São corpos de crianças, é parte da natureza. O cartaz mostra como nossas genitálias não têm nenhuma importância, mostra crianças felizes independentemente do que têm entre as pernas. Queremos transmitir a mensagem de que a natureza não é uma máquina de xerox, que a natureza é diversidade", explica Beatriz.

A organização Centro Jurídico Tomás Moro encabeçou um abaixo-assinado contra a campanha, desde então já reuniu mais de 9 mil assinaturas, segundo o advogado e membro da organização, Javier María Perez-Roldón, a campanha é "ilegal e enganosa".

"A transexualidade é a condição em que o gênero de uma pessoa (aquele percebido por ela) não corresponde com o que lhe foi designado com base em sua genitália ao nascer", explica a organização Chrysallis em dos seus folhetos informativos.

Uma das razões para a criação da organização Chrysallis é que as famílias de transexuais não recebiam respostas dos órgãos públicos nem da comunidade LGBT. Por isso, decidiram organizar-se para apoiar as famílias com filhos transexuais e tentar gerar mudanças na legislação por meio das campanhas como a realizada na semana passada.crianças transexuais

  Artigos Relacionados

Transexuais no Exército americano Transexuais no Exército americano
Ao olhar o sargento Shane Ortega, 28 anos, você observa um homem másculo, forte e viril, mas se surpreende ao saber que se trata de uma mulher que aca...
Intolerância religiosa aumenta no país Intolerância religiosa aumenta no país
Em pleno século XXI a Secretaria dos Direitos Humanos da Presidência da República recebe cerca de uma denúncia a cada três dias por intolerância relig...
Racismo é apurado na Faculdade Mackenzie Racismo é apurado na Faculdade Mackenzie
A Universidade Presbiteriana Mackenzie foi palco de um ato racista nesta última semana, em São Paulo. Tudo começou quando surgiu uma pichação em um do...
Milhões de pessoas são infectadas por DST diariamente Milhões de pessoas são infectadas por DST diariamente
Mais de um milhão de pessoas adquirem alguma doença sexualmente transmissível (DST), todos os dias, acredita a Organização Mundial da Saúde (OMS). Exi...