Portal Pepper

Depressão: A doença do século

Trata-se de uma doença grave e em ascendência
Foto: Reprodução |  Data: 22 de Junho 2015
Depressão: A doença do século

Por Lucinda Lúcia da Costa

Para se falar em depressão, se faz necessário, abordarmos a questão da tristeza; uma vez que é bastante comum, que tais sentimentos se confundam. A tristeza é um sentimento momentâneo. Muitas situações do nosso cotidiano podem nos deixar tristes, como a perca de um emprego, luto pela morte de um ente querido, fim de um relacionamento, algo que acontece em um curto período de tempo (em média dois meses).

E esses sentimentos de angústia e sofrimento, vão se encerrando, e a pessoa passa ficar bem. Já, no caso da depressão, isso não acontece. Muitos entendem a depressão por preguiça, má vontade, mau humor. "A depressão pode ser diagnosticada quando a tristeza se prologue por muito tempo", diz o psiquiatra Dyvey Rocha.

A depressão é um distúrbio afetivo, onde sintomas, como: tristeza, pessimismo, baixa estima, quando um desses sintomas aparece ou todos eles trabalham juntos é recomendável que você procure um psicólogo ou um médico para que se faça um diagnóstico assertivo, uma vez que esses sintomas são difíceis de identificar.

Causas da depressão:

Há uma série de evidências que ocorrem alterações químicas no cérebro no individuo deprimido, tais como: alterações nos neurotransmissores (serotonina, noradrelanina e dopamina). Essas substâncias são as que transmitem impulsos nervosos às células. Dentro das células também podem fazer atuar como uma das causas também, enquanto aos fatores psicossociais, muitas vezes, são consequências da depressão e não sua causa. Vale a pena ressaltar que o estresse pode precipitar a depressão em pessoas que possuem um fator genético para isso.

Sintomas da depressão:

• Humor deprimido
• Ansiedade/ angústia
• Dor pelo corpo todo
• Dor de cabeça constante
• Fraqueza
• Dificuldade em se sentir feliz
• Prisão de ventre
• Apetite alterado (para mais ou menos)
• Sentimento de culpa
  Dificuldade em realizar tarefas do coditiano
• Dificuldade em concentração e de tomar decisões
• Falta de ar
• Aperto no peito
• Insônia
• Pensamentos de morte e suicídio.

Pesquisas apontam que a prevalência da depressão de uma população estima em 19%%; isso quer dizer, que para cada 5 pessoas 1 sofre de depressão. Portanto, depressão não é "frescura". É uma doença grave e em ascendência, e deve ser tratada como tal; com profissionais preparados para isso. Cuide se!

Entre em contato com a nossa psicóloga - O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

  Artigos Relacionados

Quem disse que ser magro é o padrão ideal? Quem disse que ser magro é o padrão ideal?
A aparência física é um reflexo do ego, e muitas vezes, as pessoas transferem insatisfações da vida pessoal para o corpo, através de cirurgias plástic...
Psicologia: Assuma seu poder e seja feliz Psicologia: Assuma seu poder e seja feliz
Todos nós temos o poder. O problema está como você usa isso. Muitas vezes não sabemos ou não conseguimos usa-lo, mas ele continua a existir em nós. Se...
O bem e o mal em cada um de nós O bem e o mal em cada um de nós
O bem e o mal em cada um de nós: É preciso trabalha-los melhor para termos uma vida mais satisfatória. Vivemos em uma sociedade que traz de herança do...
O preconceito com pessoas portadoras do HIV O preconceito com pessoas portadoras do HIV
As relações entre homossexualidade e saúde, tanto nas ciências médicas, como na opinião pública, como o caso da AIDS pode demonstrar, preconceitos con...