Portal Pepper

O Canadá é um país para todos

Natureza deslumbrante e metrópoles multiculturais
Foto: Divulgação |  Data: 09 de Maio 2015
O Canadá é um país para todos

Por Lilian Crepaldi

O Canadá é um país para todos. Aventureiros, calmos, apreciadores da natureza, inquietos das grandes cidades. Com aproximadamente 10 milhões de quilômetros quadrados (e somente 34 milhões de habitantes), sua primeira missão como turista é encontrar um roteiro selecionado, que realmente atenda suas preferências na hora de viajar.

Afinal, num país com extensões continentais, é praticamente impossível conhecer tudo. Se você curte natureza, prefira um pacote que inclua os parques nacionais e as belíssimas praias. Se for mais cosmopolita, uma viagem para o leste, com Toronto e Montreal, já está de bom tamanho. A terceira grande metrópole do país, Vancouver, nem sempre é contemplada nos pacotes, pois fica do lado oeste do Canadá.

Inglês e francês são as línguas oficiais, mas não estranhe se encontrar muita gente falando outros idiomas, sobretudo em Toronto, a cidade mais populosa do país. Repleto de imigrantes, de chineses a indianos, o país é extremamente caloroso com os turistas. Essa vocação hospitaleira é herança da dupla colonização – inglesa e francesa. Atualmente, o Canadá é uma monarquia constitucional, e a chefe de Estado, até hoje, é a Rainha Elizabeth II, do Reino Unido, apesar de ser uma figura muito mais simbólica: quem governa, de fato, é o parlamento, na figura do primeiro-ministro.

Como o frio domina boa parte do ano, é aconselhável viajar no verão, entre junho e agosto, para poder aproveitar os parques e as praias e não precisar andar pelas cidades subterrâneas (paths), verdadeiros labirintos que conectam prédios comerciais, hotéis e lojas num nível abaixo da rua.

Toronto e Niagara Falls

toronto

 

O pacote clássico para o Canadá começa na região de Ontário, na cidade de Toronto, e termina no Quebec, na charmosa Montreal. Em todas as grandes cidades, aproveite o excelente sistema de transporte público para fazer seus passeios. Os metrôs, trens, ônibus e bondes canadenses são limpos e eficientes como em poucos lugares do mundo, apesar do preço alto das passagens (uma viagem de metrô em Toronto custa C$3.00, aproximadamente R$5.81). Os canadenses são tão famosos por sua honestidade que, em alguns locais, nem há catraca ou fiscal para conferir os bilhetes dos passageiros.

Em Toronto - capital cultural e financeira do país - visite a prefeitura, o parlamento, Yorkville e a CN Tower, a torre de comunicações com 553 metros, que, atualmente, é a segunda maior do mundo. Ao invés de pagar somente pela subida à Torre, aproveite e jante no 360 Restaurant, restaurante panorâmico que fica no topo da CN. Além da comida deliciosa (o menu fixo com 4 pratos sai por C$60), a vista da cidade é imperdível! Se quiser uma noite mais emocionante, assista a uma partida de hóquei, verdadeira mania nacional.

Repleta de imigrantes, Toronto ostenta o lema Diversidade é a nossa força. Esse mosaico cultural pode ser visto no Royal Ontario Museum (ROM), um dos museus mais criativos e bem conservados do mundo, e na Casa Loma, um verdadeiro castelo no meio de Toronto, fruto das excentricidades de um banqueiro canadense, que morreu pobre e nem chegou a morar no castelo.

A viagem segue para Niagara Falls, a 120 quilômetros de Toronto, uma verdadeira maravilha da natureza. Mesmo com medo, não perca a oportunidade de passear de barco (o famoso Maid of the Mist) e ficar pertinho das belas quedas. A cidadezinha de Niagara on the Lake também faz a alegria dos visitantes. Repleta de flores e pousadas super aconchegantes, parece criada inspirada num conto de fadas.No trajeto, visite uma vinícola produtora do Ice Wine, uma verdadeira maravilha canadense. Esse vinho, inteiramente produzido com uvas congeladas, tem um sabor e aroma inesquecíveis para os apreciadores da bebida. Além do vinho, não deixe de provar outras especialidades da culinária canadense, como o salmão e o maple syrup (xarope de bordo), que fica delicioso nas sobremesas.

Ottawa e Montreal

montreal

O tour clássico continua na região de Ontário e segue para a cidade de Ottawa, passando pelo famoso arquipélago das Mil Ilhas, onde nasce o rio São Lourenço. Em Ottawa, capital oficial do Canadá, o turista verá a troca da guarda (somente em julho e agosto), o Parlamento, as mansões do governador e do primeiro ministro, o bairro das embaixadas e a National Gallery of Canada, um museu com mais de 1.500 obras de arte, além do Canada Museum of Civilization, com totens indígenas gigantescos.

A viagem continua até a região dos Montes Laurentinos, com incríveis estações de esqui, seguindo até Quebec, onde se visita as Planícies de Abraham, os Campos de Batalha, o Cabo Diamante, o Jardim de Joana D´Arc, o Parlamento da Província de Quebec, o Porto antigo, a Praça Real, entre outras atrações. Não perca a belíssima Cidade de Quebec, a única cidade murada da América do Norte.

O fim do tour clássico pelo país é na bela e francesa Montreal, com visita ao Mont-Royal, Basílica de Notre Dame, Praça de Armas, Praça Cartier, o Porto antigo, Prefeitura, o Bairro Francês e à Biosphère, uma cúpula com mostras interativas.

Ainda em Montreal, admire também a Torre do Relógio, um símbolo da cidade às margens do rio Saint Laurent. Não perca a visita ao Parque Olímpico e ao circuito de Fórmula 1. Se você é fã de cassinos, visite o Cassino de Montreal, um dos dez maiores do mundo, que fica aberto 24 horas por dia. Para quem curte vida noturna, Montreal tem os melhores bares e restaurantes do país, além de um festival de jazz imperdível no início do verão.

Vancouver

vancouver

Se tiver mais tempo, prefira um pacote que inclua a região da Colúmbia Britânica e das Montanhas Rochosas, sobretudo a fantástica Vancouver, cidade que tem um dos melhores índices de qualidade de vida do planeta e praias fantásticas. Localizada entre o mar e a montanha, a cidade tem 180 parques, mas, como é impossível conhecer todos, curta o Stanley Park, considerado o melhor espaço verde do país. Não deixe de passear pela Robson Street, onde se encontras lojas de grandes grifes internacionais.

Ainda em Vancouver, conheça Gastown, a parte antiga da cidade, repleta de galerias de arte, restaurantes e construções de tijolos super conservadas. Em Chinatown, admire o Dr. Sun Yat-Sem Classical Chinese Garden, reconstituição de um jardim do século 14 repleto de flores e pontes. Assim como Toronto e Montreal, Vancouver também é repleta de museus: imperdível é o Museum of Anthropology, dedicado à cultura dos indígenas canadenses.

Se estiver viajando com crianças, uma parada obrigatória é o Dinosaur Provincial Park, já na região das pradarias canadenses. Com 73 quilômetros quadrados, esse parque tem uma coleção incrível de esqueletos e fósseis de dinossauros.

De leste a oeste, a grande pedida no Canadá é aventurar-se. Na praia, nas montanhas, nos parques, nas cidades multiculturais. Escolha seu programa e encante-se num dos países mais ecléticos do mundo.

Como chegar

A Air Canada tem voos diretos para Toronto e as passagens custam a partir de US$ 1,200. Outras companhias oferecem o trajeto com escala em alguma cidade norte-americana, o que é vantajoso para quem tiver visto norte-americano, já que as passagens são mais baratas.

Para o turista brasileiro, é recomendável adquirir um pacote de 10 noites ou mais que visite várias regiões canadenses. Quem tiver menos tempo, pode optar por um city package que visite Toronto, Montreal ou Vancouver. Há também pacotes que incluem cidades norte-americanas próximas ao Canadá, como Nova York e Boston.

O visto para o Canadá é obrigatório, mas sua obtenção é mais simples do que o americano. Contudo, o viajante precisa provar que tem recursos para ir ao Canadá e laços sociais no Brasil. Você pode fazer o pedido por meio de um despachante ou pela sua agência de viagens. Acesse www.canada.org.br para informações detalhadas.

  Artigos Relacionados

Cuba, paraíso (não mais!) proibido Cuba, paraíso (não mais!) proibido
Rum. Charuto. Socialismo. A aura de Fidel. Cuba é um maravilhoso caleidoscópio. Para descobrir os porquês de a capital Havana ter sido declarada patri...
Washington regulamenta o uso da maconha Washington regulamenta o uso da maconha
Washington, capital dos Estados Unidos, deu um passo à frente em relação a outras cidades e países ao regulamentar o uso de maconha nesta última quint...
México -Delícias de uma cultura pulsante México -Delícias de uma cultura pulsante
Chocolate é uma delícia unânime que desperta prazeres inigualáveis no paladar dos mais apaixonados. O doce, tão apreciado ao redor do mundo, tem uma o...
Itália – Delicias para o corpo e a mente Itália – Delicias para o corpo e a mente
O paraíso para os fãs da gastronomia. A "meca" para os compradores de grifes famosas. A menina dos olhos para os apreciadores de arte. A Itália agrada...