Portal Pepper

Kingsman: Alguns podem achar violento demais

Foi dito que o filme é o anti Bourne
Foto: Divulgação |  Data: 04 de Março 2015
Kingsman: Alguns podem achar violento demais

Por Rubens Ewald Filho

Para competir com os filmes do Oscar e os Cinquenta Tons de Cinza, os americanos colocaram justamente este filme britânico só conhecido por seu trailer divertido e movimentado. E deu certo: continua indo bem em sua terceira semana.

Com US$ 85 milhões nos EUA (para orçamento de US$ 81 milhões) e já US$ 124 milhões no mercado externo. Nada mau para um filme que eu temi que esbarrasse num caso sério, a falta de memórias ou conhecimento das pessoas, mesmo quando se trata de satirizar basicamente as aventuras de James Bond.

O sucesso se deve sem duvida ao diretor inglês Matthew Vaughan que foi produtor de Guy Ritchie. Inspirado num comic book homônimo de Mark Millar e Dave Gibbons, o filme teve problemas com censura na Inglaterra (reduziram a violência e no Vietnã tiraram a sequência da igreja). Usando um figurino caprichado, com as melhores marcas de vestuário masculino, o filme é bem britânico (e por isso ajuda saber um pouco da cultura deles) e no fundo uma sátira ao seu estilo de vida e pensamento. É também o papel mais adequado recente para o ator Colin Firth (que faz oitenta por cento de seus stunts) e com a ambição de se tornar uma franquia.

Achei que acertou na escolha do jovem protagonista, Taron Egerton (fez outros filmes, mas não passaram aqui).

É interessante para curtir melhor o filme saber o que esta escrito no Gentleman´s Guide, com as regras: um cavalheiro nunca conta suas conquistas, assuntos privados, os seus negócios ou de qualquer outra pessoa. Não entra em conflito em público com inimigos nem usa roupas ou cores ou estilos fora de moda. Um cavalheiro esta sempre a servir , abrir portas, pagar uma conta, ou chamar um taxi. Não pode recusar ajuda. Nunca reage com grosseria. Finge que não percebeu e age como não tivesse acontecido. Sempre esta pronto para citar fatos interessantes, frases espertas, e trazer nas conversas o lado melhor de cada um. Faz sempre perguntas incisivas para manter a conversa viva fazendo-a sentir que é a pessoa mais interessante que ele já encontrou mesmo que não seja verdade.

Kingsman

Basicamente a história é sobre essa super organização secreta de espiões Kingsman que recrutam um rapaz Eggsy sem classe, mas promissor colocando-o no programa de treinamento da organização super competitivo. Para enfrentar outro gênio do mal. Já foi dito que o filme é o anti Bourne, recuperando a sofisticação e o humor de James Bond. Ou seja, voltam as geringonças, os truques, as mulheres bonitas, as piadas de duplo sentido, vilões megalomaníacos, ou seja, volta a ser divertido. "Fun" como dizem os americanos. Esta certo em ser um tributo aos filmes de espiões, mas alguns podem achá-lo violento demais. Eu sugiro que experimente e se divirta.

Kingsman The Secret Service. Inglaterra, 2014. 129 min. Direção de Matthew Vaughan. Com Colin Firth, Taron Egerton, Samuel L. Jackson, Mark Strong, Jack Dav Enport, Mark Hamill, Sofia Boutella e Michael Caine.

Assista ao trailer:

  Vídeos

  Artigos Relacionados

Simplesmente acontece: Quem gosta do gênero vai curtir muito Simplesmente acontece: Quem gosta do gênero vai curtir muito
Gostei muito desta comédia romântica passada na Irlanda e baseada em livro de sucesso que poderia muito bem se classificar ou melhor agradar os "young...